ESTUDO COMPARATIVO DAS NOVAS TERAPÊUTICAS APLICADAS AO TRATAMENTO DA LEUCEMIA EM ALAGOAS E NO RIO GRANDE DO SUL

Autores

Palavras-chave:

Câncer, epidemiologia oncológica e leucemia

Resumo

Introdução: Leucemia é uma doença onde há acúmulo de células imaturas anormais, incapazes de executar funções fisiológicas, na medula óssea, gerando desordens hematológicas. Diante do número de casos da doença e de suas complicações é necessário o estabelecimento de políticas públicas baseadas no perfil epidemiológico dos pacientes acometidos. Objetivo: Analisar os índices de leucemia de Alagoas com os nacional e do estado do Rio Grande do Sul de acordo com dados do Instituto de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA). Metodologia: Realizado estudo observacional retrospectivo através de revisão sistemática da literatura, com artigos publicados em bases indexadas e informações oficiais do Ministério da Saúde e INCA. Resultados: Observado aumento de 13,2% do número de casos na última década e existência de políticas específicas e novas opções terapêuticas. Discussão: As expectativas para 2018, segundo o INCA, demonstram que as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste se destacam em relação ao número de casos observados, desvinculando a relação socioeconômica com o aumento da incidência. Em Alagoas, o número de mulheres é superior ao de homens, contrariando a média nacional. Tais informações epidemiológicas também apresentam o papel de subsidiar o desenvolvimento de novas políticas e alternativas terapêuticas. Conclusão: Independemente dos avanços no diagnóstico e tratamento, bem como da criação das políticas públicas e do desenvolvimento dos agentes anticorpos monoclonais, observa-se índices nacionais de leucemia crescentes. Com isso, permanece necessária a busca de dados que representem a situação da patologia no cenário da saúde pública, influenciando diretamente em seu controle. Palavras chaves: Câncer, epidemiologia oncológica e leucemia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

kathyanne Nicacio, Centro Universitário Tiradentes

Discente do Centro Universitário Tiradentes

Tayza Peixoto, Centro Universitário Tiradentes

Discente do Curso de Medicina Centro Universitário Tiradentes

Marcos Reis Goncalves, Centro Universitário Tiradentes

Docente do Centro Universitário Tiradentes

Cristiane Monteiro da Cruz, Centro Universitário Tiradentes

Professora Doutor Pesquisadora em Imunologia Básica e Aplicada formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro com pós doutoramento na Universidade da California

Referências

REFERÊNCIAS

BRASIL. Lei Nº 12.732, de 22 de Novembro de 2012. Brasília. 2012. Disponível em < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12732.htm>. Acesso em 18 de outubro de 2018.

______. Portaria 874 de 16 de Maio de 2013. Brasília. 2013. Disponível em < http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2013/prt0874_16_05_2013.html>. Acesso em 18 de outubro de 2018.

______. Portaria 2.439 de 8 de Dezembro de 2005. Brasília. 2005. Disponível em < http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2005/prt2439_08_12_2005.html>. Acesso em 18 de outubro de 2018.

BRASILEIRO FILHO, G. Bogliolo - Patologia. 8ª edição. Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan, 2011.

CORDEIRO, MLS. et al. Anticorpos monoclonais: implicações terapêuticas no câncer. Revista Saúde e Ciência Online; 3(3):252-262, set-dez, 2014. Disponível em < http://www.ufcg.edu.br/revistasaudeeciencia/index.php/RSC-UFCG/article/view/189>. Acesso em 18 de outubro de 2018.

FARHADFAR, N. LITZOW, M. R. New monoclonal antibodies for the treatment of acute lymphoblastic leukemia. Leuk Res, 49: 13-21. 2016. Disponível em: < https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0145212616301606. Acesso em 18 de outubro de 2018.

HOFFBRAND, A. V. Fundamentos em Hematologia. 6ª Edição. Porto Alegre: Artmed, 2013.

INCA. Estimativa 2008: Incidência de Câncer no Brasil. Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Coordenação de Prevenção e Vigilância. Rio de Janeiro: INCA, 2008.

____. Estimativa 2010: Incidência de Câncer no Brasil. Encarte especial. Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Coordenação de Prevenção e Vigilância. Rio de Janeiro: INCA, 2009.

____. Estimativa 2012: Incidência de Câncer no Brasil. Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Coordenação de Prevenção e Vigilância. Rio de Janeiro: INCA, 2011.

____. Estimativa 2014: Incidência de Câncer no Brasil. Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Coordenação de Prevenção e Vigilância. Rio de Janeiro: INCA, 2014.

____. Estimativa 2016: Incidência de Câncer no Brasil. Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Coordenação de Prevenção e Vigilância. Rio de Janeiro: INCA, 2015.

____. Estimativa 2018: Incidência de Câncer no Brasil. Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Coordenação de Prevenção e Vigilância. Rio de Janeiro: INCA, 2017.

______. Leucemia. Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. 2017. Disponível em: <https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/leucemia>. Acesso em: Acesso em 18 de outubro de 2018.

MARTINS, Milton de Arruda. CARRILHO, Flair José. ALVES, Venâncio Avancini Ferreira. CASTILHO, Euclides Ayres. CERRI, Giovanni Guido. WEN, Chao Lung. CLÍNICA MÉDICA Volume 03: doenças hematológicas, oncológicas, doenças renais. 2ª edição. Barueri: Editora Manole, 2016.

ORGANIZAÇÃO PANAMERICANA DE SAÚDE. Folha Informativa: câncer. 2018. Disponível em: < https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5588:folha-informativa-cancer&Itemid=1094> . Acesso em 07 de Fevereiro de 2020.

WUNSCH FILHO, Victor et al. Perspectivas da investigação sobre determinantes sociais em câncer. Physis, Rio de Janeiro, v. 18, n. 3, p. 427-450, Sept. 2008. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312008000300004&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 07 de Fevereiro de 2020.

ZAGO, Marco Antônio. FALCÃO, Roberto Passetto. PASQUINI, Ricardo. Tratado de Hematologia. São Paulo: Editora Atheneu, 2013.

Downloads

Publicado

2021-06-07

Como Citar

Nicacio, kathyanne, Peixoto, T., Goncalves, M. R., & Monteiro da Cruz, C. (2021). ESTUDO COMPARATIVO DAS NOVAS TERAPÊUTICAS APLICADAS AO TRATAMENTO DA LEUCEMIA EM ALAGOAS E NO RIO GRANDE DO SUL. Caderno De Graduação - Ciências Biológicas E Da Saúde - UNIT - ALAGOAS, 6(3), 146. Recuperado de https://periodicos.grupotiradentes.com/fitsbiosaude/article/view/8850

Edição

Seção

Artigos